Quanto mais eu treino, mais sorte eu tenho (Tiger Woods )

Certa vez fui contratado para ministrar uma palestra em um famoso, e caro, hotel nos friozinho das montanhas. Fiquei entusiasmado pela oportunidade de poder conhecer aquele hotel que é símbolo do luxo e riqueza. O evento era destinado a proprietários de salão de beleza e teria várias “atrações” marcadas para todo um final de semana no luxuoso hotel.

O meu primeiro passo era conhecer melhor o mercado de salão de beleza: como é formado este negócio, o que pensa o dono, qual a percepção do cliente e como age o fornecedor. Passei então a visitar alguns salões de beleza e conversar com os envolvidos. Foi então que percebi que é um ótimo negócio, principalmente pela valorização do talento do artista, o cabeleireiro.

A próxima etapa era preparar o material da palestra, onde o tema principal era passar para os proprietários algumas técnicas de administração de um salão de beleza envolvendo custos, finanças, estoque, etc.

A palestra estava agendada para um sábado, e aquele dia fazia muito calor, conseqüência de um grande mormaço. O horário para início do evento era 14 h, logo após o almoço, sendo a minha palestra a primeira atividade, depois um desfile de belas meninas com cabelos preparados cuidadosamente e a noite uma esperada festa a fantasia.

Naquele dia eu almocei mais cedo em casa, peguei meu carro e “subi a serra”, empolgado pela oportunidade de conhecer o belo hotel, até então visto por mim apenas em fotos e internet. Passei pela portaria bem devagar e vi a placa indicando o estacionamento e procurei uma vaga, pois estava lotado. Deixei o carro embaixo de um arbusto que precisava visivelmente de uma poda e me dirigi a portaria do hotel, ainda com os olhos arregalados pela beleza da natureza e os ouvidos aguçados pelo som dos pássaros cantando em perfeita harmonia.

Mas, quando me virei e entrei no saguão do hotel, me deparei com uma cena horripilante: várias pessoas largadas pelos cantos, deitadas nos bancos, algumas estiradas no chão com suas malas e bolsas servindo de travesseiro. As roupas que eles usavam eram bem diferentes do cotidiano, com cores fortes e chamativas, como se quisessem tirar a atenção da beleza do lugar. Muitos com cabelos coloridos, cheios de pircing visíveis em algumas partes do corpo e óculos escuros dos mais variados tamanhos e modelos.

Fiquei paralisado com a cena e por alguns momentos surgiu a dúvida de estar no local correto. Esperava todo um glamour do local, mas aquilo parecia uma cena de rodoviária de cidade grande com os pobres passageiros esperando o próximo ônibus para realizar uma longa viagem para a sua casa no interior.

Depois de passado o susto, me dirigir a recepção, tomando o cuidado de não pisar nas pessoas espalhadas pelo caminho e perguntar onde estava a responsável pelo evento. Fiquei com medo da recepcionista me dizer que era alguém que estava deitado naquele chão belíssimo de mármore. Mas, para alivio, ela me disse que a responsável estava ansiosa no andar superior me esperando.

Subi uma bela e enorme escada de mármore que fazia um giro enorme no saguão até atingir o andar de cima. Continuei tomando o maior cuidado de não pisar em nenhuma daquelas pessoas que depositavam seus corpos vestidos de roupas estranhas e extravagantes, tentando ajustar uma melhor e confortável posição nos largos degraus. Era uma cena lastimável.

Assim que encontrei a responsável pelo evento, percebi seu nervosismo no gaguejar de suas palavras. Ela disse que estava preocupada com minha chegada, pois as coisas não estavam dando muito certo até o momento. Perguntei quem eram aquelas pessoas espalhadas e largadas pelas dependências do hotel.

__ É a platéia que vai assistir a sua palestra – ela respondeu de imediato.

__ Mas, por que estão todas com cara de casando e esparramados daquele jeito pelos cantos do hotel?

__ É que eles acabaram de almoçar e não podemos liberar a chave dos quartos agora, somente após as 18 horas. E a noite terá na nossa programação uma festa a fantasia e eles estão descansando para a noite.

Somente após o término da palestra é que percebi que o motivo maior deles participarem do evento era a festa a fantasia. Confirmei isso andando, depois da minha palestra, pelos corredores e escutei varias conversas de alguns contando em detalhes sobre a fantasia que levaram. O papo e o entusiasmo eram somente voltados para a festa que prometia logo mais a noite.

Entrei em um auditório enorme, com cadeiras grandes e confortáveis e um luxo esplendoroso que ia do piso de granito até o teto com um enorme lustre. Adaptei meu pen drive no notebook e fiquei a espera das apresentações para iniciar a palestra.

Porém, todos estavam cansados da viagem, e após um almoço abundante, a melhor coisa naquele momento seria descansar e dormir, guardando energia para a noitada que prometia e a última opção seria assistir uma palestra sobre administração.

Com grande insistência, a responsável pelo evento, conseguiu colocar no belo auditório algumas pessoas para formar a platéia para a palestra. Só que era nítido que eles não estavam nem um pouco interessados no tema, pois administravam seu salão de beleza por muitos anos e achavam que entendiam do assunto e não precisam de alguém para ensinar o que sempre fizeram.

Antes de iniciar a palestra comecei a observar as “peças raras” presentes na platéia. Na terceira fila, no canto do meu lado esquerdo, tinha um rapaz de cabelo vermelho estilo moicano e com um óculos escuro enorme que praticamente tampava todo seu rosto perfurado de piercing. Após ele se acomodar na confortável cadeira, ficou imóvel durante todo o tempo da palestra. Era nítido que estava dormindo e assim como ele, vários estavam imóveis e usando óculos escuros sem a necessidade para um ambiente fechado.

Após o termino da minha palestra, voltei para minha casa e depois nem tive coragem para perguntar como foi a festa a fantasia, mas olhando cada “peça rara”, posso imaginar.

About these ads
Esse post foi publicado em Talento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s